Sopro leve

Sopro leve
Schoenstatt [Acção de graças, Espírito Santo, Reflexão]

Eu sDinto que vem do Céu um sopro lAeve
Um vento quente que nos aquGece
Um sopro vivo que vem de DDeus
Um vB7ento que acalma o ser e envolve a Emalma
Do mesmo modo que o mar se acAalma
Logo que as ondas se vão deitDar.

Eu sinto que vem do Céu um amor imenso
Que se entrega em nuvens de incenso
Um amor suave que vem de Deus
Um amor que nos transforma e alumia
Tal como a noite dá vez ao dia
Quando as estrelas se vão deitar.

Eu sinto que vem do Céu uma Paz serena
E que em minha alma se faz terrena
E traz aos Homens o Dom de Deus
O Dom da Paz que vemos numa criança
Entregue ao sono quando descansa
Enquanto sonha com o acordar.

Eu sinto descer do Céu toda a Esperança
Que me consome na confiança
De contemplar o Senhor Meu Deus
A Fé que sinto viva em cada dia,
Enche o meu canto desta Alegria,
Vibra nas notas do meu cantar.

Deixe uma resposta