Querido pai

Querido pai
[Acto penitencial, Reflexão]

Querido Pai, cansado volto a Ti.
Faz que conheça o dom da amizade,
viver para sempre o gozo do perdão
e, junto a Ti, Tua festa celebrar.

A Ti entrego meus pecados ó Senhor,
Estou seguro que estás sempre comigo,
Dá-me a força para poder andar
Tentando sempre fazer Tua vontade…

Pai, busco o teu amor;
Pai, volto a ti.
Olha que o Teu filho sou;
Pai, volto a ti. (bis)

Eu reconheço que às vezes Te esqueci,
Que és meu Pai e ao meu lado estás,
Que sou Teu filho e m’aceitas como sou
Somente pedes que viva na verdade.

Quero sentir-Te Senhor perto de mim
Ouvir Tua voz que fala ao coração
Sentir-me livre para poder amar
Ser sinal vivo da fraternidade

re la re
Querido Pai, cansado volto a Ti.
sol la re
Faz que conheça o dom da amizade,
fa# si-
viver para sempre o gozo do perdão
re la (la7)
e, junto a Ti, Tua festa celebrar.

A Ti entrego meus pecados ó Senhor,
Estou seguro que estás sempre comigo,
Dá-me a força para poder andar
Tentando sempre fazer Tua vontade…

re fa# si- sol
Pai, busco o teu amor;
sol la re
Pai, volto a ti.
re fa# si- sol
Olha que o Teu filho sou;
re la re sol re la re
Pai, volto a ti. (bis)

Eu reconheço que às vezes Te esqueci,
Que és meu Pai e ao meu lado estás,
Que sou Teu filho e m’aceitas como sou
Somente pedes que viva na verdade.

Quero sentir-Te Senhor perto de mim
Ouvir Tua voz que fala ao coração
Sentir-me livre para poder amar
Ser sinal vivo da fraternidade

Sem áudio disponível

3 comentários a “Querido pai”

Deixe uma resposta