Na longa estrada

Na longa estrada
Pe Fernando Fonseca, scj [Final]

CNa longa estrada de JericEmó
um homem sFofre e eu vGou passCar.
Vou apressado, vou em missEmão,
mas bate fForte meu cGoraçCão.

Se eu penso em mAmim, tu ficas sEmó.
Se eu penso em tFi, seremos nGós.
E a tua dAmor vai acabEmar
e eu mais segFuro vou caminhGar.

Seremos dois a enfrentar
a longa estrada de Jericó.
Não temerei, não temerás
os salteadores que espreitam lá.

E na cidade de Jericó
vamos cear amor e pão.
E quem nos vir há-de pensar:
vale sempre a pena estender a mão.

1 comentário a “Na longa estrada”

Deixe uma resposta