Mãe

Mãe
Movimento dos Focolares [Mariana]

Dos abismos do seu céu a Palavra desceu entre nós
e trazia dentro de si a ânsia de unir-se ao Pai.

O Seu corpo nos doou alimento para a eternidade,
e a todos nos enviou o Espírito de santidade.

E uma Mãe nos deixou para nos proteger
e em nós toda a verdade.

A Mãe que te espera, sabes quem é,
a casa sua que acolhe sabes onde é,
onde o amor verdadeiro,
onde o amor é vida p’ra nós.

E essa mãe nos conduz para fonte de toda a verdade;
lá nos saciará a vida que não morre.

É uma mãe que nos abre o mistério da Trindade,
lá onde cada coisa é canto de vida e amor.

Mãe, sinal da unidade, sinal de santidade,
coração da humanidade.

la sol la sol
Dos abismos do seu céu a Palavra desceu entre nós
si- mi si- mi sol la
e trazia dentro de si a ânsia de unir-se ao Pai.

O Seu corpo nos doou alimento para a eternidade,
e a todos nos enviou o Espírito de santidade.

mi fa# mi la re
E uma Mãe nos deixou para nos proteger
mi la
e em nós toda a verdade.

re la la7
A Mãe que te espera, sabes quem é,
re do#- fa#-
a casa sua que acolhe sabes onde é,
si-
onde o amor verdadeiro,
re mi la
onde o amor é vida p’ra nós.

E essa mãe nos conduz para fonte de toda a verdade;
lá nos saciará a vida que não morre.

É uma mãe que nos abre o mistério da Trindade,
lá onde cada coisa é canto de vida e amor.

Mãe, sinal da unidade, sinal de santidade,
coração da humanidade.

Deixe uma resposta