Incoerência (Há quem diga)

Incoerência (Há quem diga)
Nelson Braga [Reflexão]

Há quem diga que muito Te ama
Há quem diga que muito Te quer
Mas não fazem aquilo que Tu ensinaste a fazer
Mas não fazem aquilo que Tu ensinaste a fazer

São pessoas, que fazem a guerra
São pessoas, que levam a dor
E depois ainda ousam falar no Teu nome Senhor
E depois ainda ousam falar no Teu nome Senhor

Eu sei que Tu estás atento
Eu sei que És o Redentor
E um dia no julgamento
Todos pagaremos a falta de amor

Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo
Tem piedade de nós (bis)

Há quem confesse ser pecador
E que chore aquilo que fez
Mas no dia seguinte praticam o mal outra vez
Mas no dia seguinte praticam o mal outra vez

A Tua casa vão pedir-Te perdão
E até juram tentar não pecar
Mas essa tentativa não passa da porta p’ra lá
Mas essa tentativa não passa da porta p’ra lá

Eu também me sinto triste
Estou a sentir que falhei
Mas enquanto a vida existe
Tua vinda esperada eu anunciarei

sol re Há quem diga que muito Te ama mi- do Há quem diga que muito Te quer sol re mi- do Mas não fazem aquilo que Tu ensinaste a fazer sol re do sol Mas não fazem aquilo que Tu ensinaste a fazer São pessoas, que fazem a guerra São pessoas, que levam a dor E depois ainda ousam falar no Teu nome Senhor E depois ainda ousam falar no Teu nome Senhor do re Eu sei que Tu estás atento sol mi Eu sei que És o Redentor do re E um dia no julgamento do re Todos pagaremos a falta de amor sol re mi Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo do re sol Tem piedade de nós (bis) Há quem confesse ser pecador E que chore aquilo que fez Mas no dia seguinte praticam o mal outra vez Mas no dia seguinte praticam o mal outra vez A Tua casa vão pedir-Te perdão E até juram tentar não pecar Mas essa tentativa não passa da porta p’ra lá Mas essa tentativa não passa da porta p’ra lá Eu também me sinto triste Estou a sentir que falhei Mas enquanto a vida existe Tua vinda esperada eu anunciarei

19 comentários a “Incoerência (Há quem diga)”

  1. Boas ;)Tenho acompanhado o vosso site à imenso tempo e tenho que dar os parabéns, este site para além de muito bem estruturado esta muito simples e fácil de "trabalhar"… Só gostaria de vos pedir para terem mais algum cuidado nas musicas que são ai colocados como por exemplo esta à qual estou a comentar.. Dirijo um Grupo de Jovens e tenho andado pelo norte do pais não só com o meu grupo como por vezes com outros grupos que me pedem colaboração.. Esta é uma das varias musicas que já toquei e que pouco de parecido tem com o original… Só digo isto pois hoje em dia a Internet é o melhor meio de aprendizagem e se vocês colocam material que não está como o original chega-se a um ponto em que a musica fica de tal forma diferente do original que quem ouve até fica confuso se é ou não a musica que conhece.. Isso já aconteceu comigo várias vezes.. Nunca escrevi nenhuma musica mas é algo que gostaria de fazer mais para a frente e como tal não gostaria de ver a cantarem a minha musica de uma forma nada parecida com o que escrevi… É assim que penso quando ensaio algum cântico, pois sofro alguma pressão dos elementos para cantar A, B ou C musica só porque é bonita mas se fosse a ensaiar como eles queriam nada tinha a ver com o original e logo para mim a musica perde a piada… Para melhorar o vosso site podem sempre retirar as pautas dos livros que conheço "Aleluia", "Cantemos Todos", etc..Cumprimentos

  2. Daniel: o problema que colocas faz todo o sentido e é o que orienta esta sítio. Por isso, só há uma maneira de resolver situações dessas e ela até é bastante simples: contribuir para o melhoramento. Assim, sugiro que envies os dados que tens acerca das músicas que não estão de acordo com o original. Como deves imaginar, não chega dizer que "essa música não deve ser cantada assim", ou "a minha versão é que está certa". Acontece que também se interpreta determinada música com a convicção de que ela é a versão mais original e estarmos redondamente enganados. Por isso, aguardamos a tua colaboração. Sugiro utilizares o fórum.

  3. Oi Nuno…Eu tento fazer entender aos proprietários deste blog que estão a por o trabalho de muita gente em risco, pois quando publicam a música para além de estar 99% aldrabada em termos musicais, também têm o pouco cuidado com a fonte da música. Acho que é um direito para não dizer uma obrigação procurar a verdadeira fonte das músicas. Já não é a primeira vez que vejo músicas de autoria de padres de Braga (minha cidade) e ouço aqui a música e fico de boca aberta… Musicas em DóM passam para Mib letras totalmente diferentes, ritmos alterados… Eu que sou um apreciador de musica acho que cada um gosta de dar o seu toque pessoal a cada música, só que está a acontecer que as maioria das músicas litúrgicas vêm do norte principalmente de Braga, chega ao Porto leva o primeiro toque pessoal vai por V.N.Gaia leva mais outro toque pessoal, chega a Lisboa e como já foi tirada 50 vezes de ouvido já nada tem a ver com o original… Como disse sou de Braga e facilmente arranjo musicas dos próprios autores só que nesta vida todos querem ganhar e portanto compro livros, se todos fizessem assim as músicas em Braga e em Lisboa embora com toques pessoais diferentes teriam a mensagem e as linhas melódicas principais…

  4. Daniel: o que tu dizes é o propósito do vitamina c. Todavia, agradecemos o teu contributo desde que seja objectivo. Por exemplo, não vejo qual é o problema de transpor a tonalidade da música para a adaptar à amplitude vocal de quem as executa… Mas reitero: se queres criticar de forma construtiva, diz-nos quais são as músicas que incluis nos 99% e quais as respectivas incorrecções.

  5. Acrescento ainda: como reparam, o Vitamina C está aberto à crítica (senão, alguns comentários seriam reprovados); mas estranho a facilidade com que se critica de forma tão negativa o trabalho que alguns fazem de boa vontade e de forma desprendida. Este espaço é de quem o constrói e não de quem o menospreza.

  6. vou reformular. este tema in coerencia conhecido como há quem diga , foi feito por um grupo chamado retalhos do qual fiz parte e até fui o interprete, tinha uma encenação que tinha por nome " da musica à vida".
    Estes temas tiveram fizeram mais de 100 espetáculos por todo o pais durante cerca de 2 anos, na década de 90.
    o grupo era formado por Armando Almeida Luís Ernesto, Paulo fonseca, Anabela Fonseca Pilar Lopes e Susana Lopes.
    Eu Nuno Leitão ainda cantava com o Nuno Silva qe fazia parte do elenco.Tinhamos ainda Um actula locutor do programa eclesia que se cham Paulo Rocha. Não me parece muito próprio que se tentem apropriar do trabalho das pessoas ,muito embora a musica seja para partilhar, o que é outra coisa, mas convem procurar junto dos autores.
    Saudações Cristãs.
    Ass Nuno Leitão

  7. Nuno Leitão: então, relativamente a esta música, sugiro que dê instruções mais precisas. Dá ou não autorização para ela estar aqui? Se dá, em que condições? Relativamente à interpretação que consta aqui, está bem explícito que se trata de uma gravação caseira pelo que pode ter imprecisões. Se não se importasse, e caso a cedesse, colocaríamos uma versão mais de acordo com o original.

  8. Boas, as transposições de musicas em nada altera as melodias originais, apenas as situa num ou outro tom mais fácil ou cómodo de tocar e/ou cantar. Quanto a isso, nada tenho a opor. Já as alterações de melodia, são desagradáveis para os autores mas também muito vulgares.. é a velha história: “quem conta um conto acrescenta um ponto”. Penso que a melhor maneira de acautelar isso é a colocação das partituras originais. Assim, ninguém tem que “tirar” músicas de ouvido o que nem sempre fica em consonância com o original.

    Continuação do bom trabalho! sou uma grande fã do Vitamina e qualquer dia envio-vos umas músicas minhas para também aqui colocarem. :)

  9. Bom, estava por acaso em buscas e foi engraçado ver tudo isto ;) Eu consegui passar, embora com menor qualidade o original da In-coerência da qual sou co-autor e onde os Nunos (Leitão e Silva) cantam. Se estiverem interessados no original eu envio para depois postarem. o meu endereço de correio electronico vai associado como tal, é so pedir.
    Um abraço e continuação de bom trabalho.

  10. Boa tarde não posso deixar de comentar o cantico “Há quem diga” este que aqui tem o nome incoerencias, foi feito nos anos 80 pelo Nelson Braga para o Acto Penitencial, esta e muitas outras músicas forom feitas por ele para vários momentos da Eucaristia no ambito do Dó-Ré-Mi shalom festival de musica cristã Nacional. Eu era miuda e cantei e canto muitas das músicas dele esta nomeadamente foi a concurso em 1982; e está nos arquivos da paróquia da Venda-Nova , Amadora. As músicas que ele fez cantam-se de norte a sul do país e tambem no brasil onde está implantado o movimento de jovens Shalom…Tela da vida, Tomo este pão e este vinho” Há já quase 2000 mil anos”…
    Quando andava na faculdade havia uma colega da Buraca do grupo Dionianos que me falou dessa musica e desse espetaculo levei-a a minha casa e mostrei-lhe o original..
    Em tempos alguem pediu ao Nelson autorização para a gravar e ele deu…pois a música era a sua forma de evangelizar….se as musicas são inspiração de Deus então não são nossas, nós apenas somos o canal…
    Se o Nelson fosse vivo teria agora 55 anos e tal como ele escreveu “um dia todos pagaremos a falta de amor e de verdade”
    Ele foi abençado por Deus com o dom da palavra e da música… e soube aproveitar os seus dons… porque embora tenha tido uma vida curta, contribuiu e muito para a evangelização …”Há quem diga” é apenas uma mostra-me as tuas obras e dir-te ei quem és….
    Teresa Pinto
    T

    1. Olá Teresa, é como dizes. Na altura pedimos ao Nelson para autorizar e modificar (nomeadamente retirar o refrão) para entrar no contexto da encenação viver a vida. Fizemos pequenas modificações mas o seu a seu dono. Peço desculpa de só agora responder mas só hoje por aqui passei.
      Bjs e boas músicas.

  11. Desculpem a minha intromissão neste assunto, mas tanta convera e tantos esclarecimento e no fim de contas nem os autores da música disponibilizaram a pauta para impedir versões ”menos próprias”, ou ”incorretas”. Assim sendo, vou continuar com a minha pauta, escrita por mim de ouvido, onde não contempla o coro, porque quando o ouvi foi sem coro. Assim sendo não aceito nenhum comentário de que está mal cantado, visto não ter nenhuma pauta, revelada pelo autor original para que possa corrigir os meus erros musicais.

    O meu muito obrigada a este maravilhoso sitio de internet o Vitamina C por proporcionar, ou os originais ou versões de músicas

  12. Viva.
    Muito me alegro de encontrar esta música por aqui…!
    Tantas vezes a cantei e toquei…
    Tantas vezes vi o Nuno Leitão a cantá-la…

    “Da música à Vida” foi dos melhores trabalhos de evangelização de que tenho memória!
    O Retalhos, como se chamava o Grupo, levou a palco várias “Encenações”, ou teatros musicais, se quiserem, por todo o país, incluindo as ilhas.

    Depois da saída dos Nunos, pelo menos mais 3 trabalhos foram para a estrada.
    Eu participei em pelo menos 2 ( se não nos 3…a memória já foi melhor…).

    Era bom recuperar a produção musical destes trabalhos, porque a qualidade era de facto acima da média.

    Paulo Fonseca: Não estaria na altura de juntar esta malta, e fazer um espectáculo? Novas “roupagens” e mais maturidade musical… um concerto garantido!

    Aguardo o convite!

    Um abraço a todos e parabéns ao Vitamina pelo trabalho fraterno que fazem!

    Gonçalo Lírio Batista

Deixe uma resposta