Eu hei-de dar ao menino

Eu hei-de dar ao menino
[Natal]

Eu hei-de dar ao menino
Uma fitinha pró chapéu;
E ele também me há-de dar
Um lugarzinho no céu.

Olhei para o céu, estava estrelado.
Vi o Deus Menino em palhas deitado.
Em palhas deitado, em palhas estendido,
Filho duma rosa, dum cravo nascido!

Estas palavras disse a Virgem
Ai, quando nasceu o Menino
Ai, vinde cá, meu anjo loiro,
Meu Sacramento divino.

No seio da virgem maria
Encarnou a divina graça;
Entrou e saiu por ela
Como o sol pela vidraça.

Cantai anjos ao Menino
Enquanto a Senhora dorme,
Cantai, mas devagarinho
Olhem a Virgem não acorde.

Ai, três palavras disse a Virgem
Ai, quando nasceu o Menino,
Ai, vinde cá, meu anjo loiro,
Meu Sacramento divino.

REFRÃO VERSÃO 2:
Arre, burriquito, Vamos a belém,
Ver o deus menino Que a senhora tem;
Que a senhora tem, Que a senhora adora.
Arre, burriquito Vamos lá embora.

REFRÃO VERSÃO 3:
A Virgem lavava, São José estendia.
Menino chorava, do frio que fazia.
Do frio que fazia, do frio que estava.
São José estendia, a Virgem lavava.

. mi
Eu hei-de dar ao menino
sol#- fa#-
Uma fitinha pró chapéu;
fa#-7 si
E ele também me há-de dar
si7 mi
Um lugarzinho no céu.

mi fa#-
Olhei para o céu, Estava estrelado.
si mi
Vi o Deus Menino Em palhas deitado.
do#- fa#-
Em palhas deitado, Em palhas estendido,
si7 mi
Filho duma rosa, Dum cravo nascido!

Sem áudio disponível

Deixe uma resposta