Caminhar contigo

Caminhar contigo
Golgotha [Não atribuída]

Não é fácil dar as mãos,
Quando pensamos diferente
E os nossos passos se cruzam
Num sentido divergente.

Quero dizer-te que sim,
Que vale a pena um amigo.
Se quiseres juntar-te a mim, (bis)
Quero caminhar contigo. (3x)

Quando olhamos para a vida
Sem mais ninguém no horizonte,
Não é fácil persistir
E atravessar essa ponte.

A estrada fica longa
E os nossos passos são vãos,
Quando andamos isolados…
Não é fácil dar as mãos!

la- re- Não é fácil dar as mãos, do sol Quando pensamos diferente la- re- E os nossos passos se cruzam do sol [la- re- sol] Num sentido divergente. fa sol Quero dizer-te que sim, do re- Que vale a pena um amigo. fa sol (re- sol) Se quiseres juntar-te a mim, (bis) do re- mi- fa Quero caminhar contigo. (3x) do re- mi- [re- la- (si) do la- mi-] Quando olhamos para a vida Sem mais ninguém no horizonte, Não é fácil persistir E atravessar essa ponte. la- mi- A estrada fica longa la- sol E os nossos passos são vãos, la- mi- Quando andamos isolados… do sol Não é fácil dar as mãos!

1 comentário a “Caminhar contigo”

Deixe uma resposta